Charutos Cubanos: indie rock com toque brasileiro

3 03 2010

Charutos Cubanos - Foto por Letícia Remião

Músicas para ouvir na estrada, que lhe façam pensar em uma única coisa: cantar em alto e bom som sem se preocupar com nada. É assim que a banda gaúcha Charutos Cubanos pode ser identificada através das suas canções alegres de indie rock. Formada em 2007, por Leo Bittencourt (vocal), Frango (bateria), Andre (baixo), Bragatti e Tommy (guitarras), os músicos já possuem dois EPs na bagagem – lançados em 2008 e 2009, e alguns hits como os sons It`s Just My Job e Charutos Instrumentais.

Com influência do rock britânico e dos americanos dos Strokes, a Charutos Cubanos surgiu através de uma prática comum entre os integrantes desde cedo. Colegas de aulas de música na infância, a paixão pelo rock resultou em riffs longos com uma batida dançante. Juntos desde a época da escola, o quinteto já conquistou o seu lugar no circuito independente de Porto Alegre tendo subido nos palcos locais mais freqüentados pelo público alternativo. Além de terem participado do Radar, na TVE,  programa de televisão disputado pelos músicos do RS.

Em 2009, a Charutos foi surpreendida pela top Gisele Bündchen, que escolheu a música It`s Just My Job como trilha tema para um vídeo de making off em seu site pessoal. Reconhecidos pela modelo, os meninos também recebem elogios e causam surpresa aos novos ouvintes que conquistam.

Entre a escolha comum pelo estilo musical no Estado, a banda se destaca pela originalidade nas letras e a competência de reproduzir um bom rock and roll de maneira brasileira. Com muita energia e inspiração para ser gastada, a Charutos Cubanos se prepara para enfrentar uma agenda de shows em São Paulo, gravar o seu primeiro videoclipe e trabalhar em músicas novas durante este ano.

Escute e conheça um pouco mais sobre a Charutos Cubanos no My Space da banda: www.myspace.com/charutoscubanos.

Anúncios




Os primeiros videoclipes de 2010

3 02 2010

Yeah Yeah Yeahs – Skeletons

Shy Child – Disconnected

The Courteeners – You Overdid It Doll

Marina and The Diamonds & Gonzales – Hollywood





The Strokes se reencontram e gravam o quarto disco nos EUA

3 02 2010

Depois de quase três anos assumindo projetos paralelos, os integrantes dos Strokes voltaram a trabalhar juntos para a gravação do quarto álbum da banda. Com produção de Joe Chiccarelli, em Nova York, o disco terá participações do U2, Bjork e Beck. As colaborações são bem diferenciadas do estilos indie da banda americana, informação até para duvidar se não tivesse sido publicada do site oficial dos músicos.

The Strokes está gravando no Avatar Studios, em NY. O último disco, First Impressions Of Earth, foi lançado em 2006, antes do quinteto resolver parar um pouco para se dedicar a outros projetos.


A promessa do quarto disco é longa. Como foi divulgado aqui no Across The Music, a banda declarou que estava com as músicas compostas ainda em janeiro de 2009. Reunir as ideias divergentes de Julian Casablancas e Nickel Eye, que lançaram discos solos, e Fabricio Moretti – que fez turnês com a Little Joy – vai nos proporcionar, no mínimo, muitas novidades. Esperamos!

Acesse: www.myspace.com/thestrokes





Metallica fez show com lama e metal na veia

29 01 2010

Foto por Camila Domingues

Parece quase que um ritual adolescente conhecer e apreciar os clássicos do Metallica. Eles são a inspiração para os que querem aprender a tocar algum instrumento ou para as pessoas que apenas admiram uma banda que transmite todo o ódio e o amor através de diferentes sons e riffs fortes.
Foi na noite de ontem, 28 de janeiro de 2010, que Porto Alegre recebeu James Hetfield (vocal e guitarra), Kirk Hammett (guitarra), Robert Trujillo (baixo) e Lars Ulrich (bateria) no Parque Condor. A concentração começou um dia antes do show, nos acampamentos dos que queriam garantir o seu primeiro lugar na fila. Pouco antes de abrir os portões, já havia quase vinte e oito mil pessoas disputando a entrada. Todas prontas para enfrentar uma terra molhada, que se transformou em lama e poderia muito bem ter terminado com a noite de qualquer fã.

Apesar da sujeira e do desconforto, o repertório dos músicos superou qualquer situação e deixou muitos cabeludos com lágrimas emocionadas no rosto. Foram poucas músicas do último disco, Death Magnetic, algumas clássicos do The Black Album e sons como Master Of Puppets e The Memory Remains no set list. Mas o que fez a noite ser completa mesmo foi o carisma e as palavras que o vocalista e guitarrista Hetfield transmitia entre uma canção e outra: _Nós estamos aqui para fazer vocês se sentirem melhores. E para vocês nos sentirmos melhores também!

Foto por Camila Domingues

E nessa proposta de sempre sentir a energia do público que o Metallica fez um show completo e ainda presenteou Porto Alegre com minutos de descontração e amizade após o set, em cima do palco. Depois de encerrar com Seek and Destroy, eles brincaram um com o outro, cantaram parabéns para ao empresário (que levou torta na cara), atiraram palhetas e baquetas para o público e deixaram palavras de satisfação pela noite. Com certeza, quem mais quer agradecer aos “reis do metal” pelo momento é a multidão, que voltou pra casa com lama até a alma, mas, realizada.

O show fez parte da turnê World Magnetic Tour, que segue com data em São Paulo, no Morumbi, no domingo (31).

Foto por Camila Domingues

Set List World Magnetic Tour
Creeping Death
For Whom The Bell Tolls
Ride The Lightning
The Memory Remains
Fade To Black
That Was Just Your Life
The End Of The Line
The Day That Never Comes
Sad But True
Cyanide
One
Master Of Puppets
Battery
Nothing Else Matters
Enter Sandman
Die, Die My Darling
Phantom Lord
Seek and Destroy


Gafe!
James Hetfield se empolgou tanto que disse mais de uma vez que era um prazer estar pela primeira vez em Porto Alegre. Ele esqueceu que já passou pelos palcos gaúchos em 1999. Sorry!

Parece quase que um ritual adolescente conhecer e apreciar os clássicos do Metallica. Eles são a inspiração para os que querem aprender a tocar algum instrumento ou para as pessoas que apenas admiram uma banda que transmite todo o ódio e o amor através de diferentes sons e riffs fortes.
Foi na noite de ontem, 28 de janeiro de 2010, que Porto Alegre recebeu James Hetfield (vocal e guitarra), Kirk Hammett (guitarra), Robert Trujillo (baixo) e Lars Ulrich (bateria) no Parque Condor. A concentração começou um dia antes do show, nos acampamentos dos que queriam garantir o seu primeiro lugar na fila. Pouco antes de abrir os portões, já havia quase vinte e oito mil pessoas disputando a entrada. Todas prontas para enfrentar uma terra molhada, que se transformou em lama e poderia muito bem ter terminado com a noite de qualquer fã.

Apesar da sujeira e do desconforto, o repertório dos músicos superou qualquer situação e deixou muitos cabeludos com lágrimas emocionadas no rosto. Foram poucas músicas do último disco, Death Magnetic, algumas clássicos do The Black Album e sons como Master Of Puppets e The Memory Remais no set list. Mas o que fez a noite ser completa mesma foi o carisma e palavras que o vocalista e guitarrista Hetfield transmitia entre uma canção e outra. “Nós estamos aqui para fazer vocês se sentirem melhores. E para vocês nos sentirmos melhores também”.
E nessa proposta de sempre sentir a energia do público que o Metallica fez um show completo e ainda presenteou Porto Alegre com minutos de descontração e amizade após o set, em cima do palco. Depois de encerrar com Seek and Destroy, eles brincaram um com o outro, cantaram parabéns para ao empresário (que levou torta na cara), atiraram palhetas e baquetas para o público e deixaram palavras de satisfação pela noite. Com certeza, quem mais quer agradecer aos “reis do metal” pelo momento é a multidão, que voltou pra casa com lama até a alma, mas, realizada.
O show fez parte da turnê World Magnetic Tour, que segue com data em São Paulo, no Morumbi, no domingo (31).

Set List “World Magnetic Tour”
Creeping Death
For Whom The Bell Tolls
Ride The Lightning
The Memory Remains
Fade To Black
That Was Just Your Life
The End Of The Line
The Day That Never Comes
Sad But True
Cyanide
One
Master Of Puppets
Battery
Nothing Else Matters
Enter Sandman
Die, Die My Darling
Phantom Lord
Seek and Destroy
Gafe!
James Hetfield se empolgou tanto que disse mais de uma vez que era um prazer estar pela primeira vez em Porto Alegre. Ele esqueceu que já passou pelos palcos gaúchos em 1999. Sorry!





Madonna quer ter um filho de Jesus Luz

19 01 2010

Madonna, que já está com 51 anos de idade, declarou à imprensa que está tentando engravidar do namorado de 22 anos, Jesus Luz.

Segundo o NME, a cantora procurou médicos e especialistas para ajudá-la a ter mais um filho biológico. Madonna é mãe de Lourdes Maria, de 14 anos, e do menino de 9 anos, Rocco.  O modelo brasileiro também se manifestou em relação ao assunto e disse que seria uma grande “aventura” ter um filho com a rainha do pop. (aventura??!)

Bem, parece que a cantora gostou mesmo da genética e todo o pacote que Jesus Luz lhe trouxe. Um herdeiro com sangue brasileiro traria, ao menos, um pouco de cultura pop para a nossa terrinha. Cool!





Janis Joplin nas telinhas

19 01 2010

Janis Joplin

Uma voz aguda, tons altos e muitas histórias é o que se espera de The Gospel According to Janis, novo longa-metragem sobre Janis Joplin. Com promessa de ser lançado em 2010, o vídeo será estrelado por Zooey Deshanel no papel da cantora.

Fernando Meirelles, cineasta brasileiro, já declarou que está envolvido no projeto e que se dedica ao roteiro do longa. The Gospel According to Janis não é notícia fresquinha, mas parece que está se concretizando aos poucos. Aguardar e ver!

Ver Zooey interpretando Janis vai ser, no mínimo, agradável

Vale lembrar que a vida de Janis já foi representada em A Rosa, filme de 1979.

Zooey é muito mais que uma atriz de papeis fofos. Ela também exibe seus talentos musicais na banda She & Him, onde faz dupla com o músico M.Ward. Eles são engraçadinhos e as músicas não deixam de ter o mesmo adjetivo.  Saiba mais sobre a dupla no www.sheandhim.com.





Hole: um retorno confuso?

9 01 2010

Courtney Love, projeto solo ou o retorno do Hole?

Mesmo não sendo o ápice das rádios e microfones de ouro do rock’n’ roll na última década, Courtney Love sempre gera notícia. Surpreendendo muitos fãs e desapontando outros, a viúva de Kurt Cobain  irá se apresentar em três cidades da Europa no mês que vem. Courtney anunciou que os shows fazem parte do seu novo projeto solo, Nobody’s Daughter, porém, houve uma pequena confusão na hora da divulgação das datas.

Em Londres, Milão e Amsterdã, as gigs estão sendo anunciadas como o retorno de Hole, que está de molho desde 1998. Por enquanto, são só boatos, mas se tratando de Courtney, não é de se duvidar que ela retorne com o Hole desta maneira. A lógica seria assumir o nome do projeto como título de disco da banda antiga, mesmo só tendo Love como integrante original.

Com apenas seis discos lançados, a cantora fez do Hole um símbolo de música para um público bem particular. O grupo teve uma temporada curta de sorte e harmonia, mas prevalece sempre como inspiração para bandas com vocais femininos e afins.

Segundo a Rolling Stone Brasil, Courtney conseguiu voltar ao estúdios com a banda em junho de 2009. Boato que só se confirma depois das gigs na Europa. É aguardar e conferir! Os shows rolam em fevereiro, nas cidades de Londres (17), Milão (19) e Amsterdã (21).

Enquanto isso, mata um pouco a saudade da voz rouca da cantora no vídeo abaixo. Eu me arrepiei!